A estratégia da Altri assenta na maximização das capacidades das fábricas que constituem o seu portfolio. Assim, na Celbi e na Celtejo, que produzem pasta do tipo Bleaching Eucalyptus Kraft Pulp (BEKP), a estratégia assenta na maximização da eficiência produtiva através de pequenos projectos de expansão sustentada.

No caso da Caima, tendo em conta as especificidades desta unidade industrial, a estratégia assentou na identificação de oportunidades de crescimento num sector mais específico e de maior valor acrescentado, a pasta solúvel (DP).

Projectos no âmbito da pasta BEKP

Actualmente a Altri tem uma capacidade de produção nominal superior a 900 mil toneladas de pasta papeleira:

  • Mais de 680 mil toneladas de BEKP produzidas na Celbi
  • Mais de 200 mil toneladas de pastas BEKP produzidas na Celtejo
  •    

Projectos concretizados:

  • Aumento de capacidade na Celbi de 300 para 600 mil toneladas de BEKP p.a. no segundo semestre de 2009. A curva de aprendizagem foi concluída durante o ano de 2010, estando actualmente numa trajectória de produção que visa superar as 700 mil toneladas/ano a curto prazo;
  • A partir de 2008 a Celtejo deixou de produzir pasta não branqueada de pinho, passando a produzir pasta do tipo BEKP. Actualmente esta unidade está num processo de consolidação da sua capacidade produtiva
  •    


Projectos no âmbito da pasta DP

As especificidades técnicas da Caima, em termos de cozedura de pasta, permitiram identificar um grande potencial de crescimento através da conversão para produção de pasta solúvel. Este projecto foi finalizado em Junho de 2015, sendo que a produção estimada de cruzeiro será superior a 100 mil toneladas/ano.

A pasta solúvel enquadra-se no segmento de especialidades, sendo que actualmente os clientes da Caima são essencialmente produtores têxteis, nomeadamente através de rayon.

Evolução da capacidade instalada de pasta (toneladas)

Eficiência operativa

A Altri pretende ser um dos produtores mais eficientes na produção de pastas produzidas através de eucalipto. Para tal os principais eixos estratégicos assentam na redução dos custos unitários de produção e na identificação de projectos que potenciem a incorporação de valor na matéria prima:

  • Redução do cash cost por tonelada. Todos os projectos desenvolvidos pela empresa assentam no princípio da melhoria incremental do custo de produção. Actualmente, o enfoque técnico centra-se na maximização do reaproveitamento, reduzindo desperdícios, e na redução dos consumos específicos. Estes são projectos contínuos.
  • Enfoque no valor acrescentado. A identificação de segmentos de mercado onde a empresa possa aumentar a incorporação de valor à sua principal matéria prima - madeira - é um eixo crucial. Assim, para além de integrar grupos de trabalho internacionais, o exemplo da conversão da unidade Caima é paradigmático deste eixo estratégico.
  •    

© 2017 Altri

Entregue pela Investis - link para o site (Abre em uma nova janela)